O novo status do saber na era tecnológica e os desafios para a educação segundo Hans Jonas
Jelson Roberto de Oliveira
Pontifícia Universidade Católica do Paraná (Brasil)
PDF
HTML

Palabras clave

educação
conhecimento
Hans Jonas
competências
tecnologia.
PDF
HTML

Resumen

O objetivo do presente artigo é analisar a mudança no estatuto do saber a partir da era moderna e suas repercussões sobre a educação no século vinte um, tendo como referência a filosofia de Hans Jonas. Para tanto, analisaremos como o conhecimento perdeu seu valor contemplativo, ontológica e politicamente falando, para assumir uma perspectiva de exploração do mundo, chegando a apresentar-se ele mesmo como uma mercadoria, na forma da informação. Contrapõe-se, assim, o homo faber ao homo sapiens, com o prejuízo do segundo. À educação cabe enfrentar a tensão entre o fazer e o saber, recusando uma visão simplista da ideia de competências e assumindo uma posição crítica capaz de preparar o ser humano integralmente para assumir a sua responsabilidade diante dos novos poderes da tecnologia.
PDF
HTML

Citas

ARISTÓTELES. Metafísica. Tradução de Vinzenzo Cocco e notas de Joaquim de Carvalho. São Paulo: Abril Cultural, 1984. (Col. Os pensadores)

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros curriculares nacionais: ensino médio. Brasília: Semtec, 1999.

FOUREZ, G. Compétences, contenus, capacites et autres casse-têtes. Forum, p. 26-31, maio 1999. Disponível em: . Acesso em: 19 abr. 2016.

GALILEI, Galileu. O ensaiador. Tradução de Helda Barraco. 3. ed. São Paulo: Abril Cultural, 1983. (Col. Os pensadores)

GONÇALVES, Jussemar Weiss. Paidéia e Politéia em Aristóteles. Biblos, v. 16, p. 167-175, 2007.

JONAS, Hans. O princípio responsabilidade: ensaio de uma ética para a civilização tecnológica. Trad. Marijane Lisboa, Luiz Barros Montez. Rio de Janeiro: Contraponto: Ed. PUCRio, 2006.

JONAS, Hans. Técnica, medicina e ética. Sobre a prática do princípio responsabilidade. Tradução do Grupo de trabalho Hans Jonas da ANPOF. São Paulo: Paulus, 2013 (Col. Ethos). LOMBARD, Jean. Aristote: politique et education. Paris: L'Harmattan, 1994.

LYOTARD, Jean-François. O pós-moderno. Trad. Ricardo Corrêa Barbosa. 3. Ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1988.

PERRENOUD, Philippe et al. As Competências para ensinar no século XXI: a formação dos professores e o desafio da avaliação. Porto Alegre: Artmed, 2002.

PERRENOUD, Philippe. Construir as competências desde a escola. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1999.

RICARDO, Elio Carlos. Discussão acerca do ensino por competências: problemas e alternativas. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 40, n. 140, p. 605- 628, ago. 2010.

YOUNG, Michael FD. Por que o conhecimento é importante para as escolas do século XXI?. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 46, n. 159, p. 18-37, 2016.

Creative Commons License
Esta obra está bajo licencia internacional Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-SinObrasDerivadas 4.0.

 

The Journal Guillermo de Ockham provides an immediate and open access to its content, based on the principle of offering the public a free access to investigations to provide a global interchange of knowledge.

Unless otherwise established, the contents of this journal has a license with Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International (CC BY-NC-ND 4.0) http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/

  • Attribution — You must give appropriate credit, provide a link to the license, and indicate if changes were made. You may do so in any reasonable manner, but not in any way that suggests the licensor endorses you or your use.
  • NonCommercial — You may not use the material for commercial purposes.
  • NoDerivatives — If you remix, transform, or build upon the material, you may not distribute the modified material.
  • No additional restrictions — You may not apply legal terms or technological measures that legally restrict others from doing anything the license permits.